Saiba identificar notícias falsas nas redes sociais

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Você já recebeu uma notícia falsa nas suas redes sociais? Elas são muito comuns e geralmente possuem manchetes exageradas com o intuito de atrair acessos aos sites e, assim, faturar com a publicidade digital.

Segundo o estudo “Iceberg Digital”, 62% dos brasileiros não conseguem reconhecer uma notícia falsa. A pesquisa foi desenvolvida pela Kaspersky, empresa global de cibersegurança, em parceria com a empresa de pesquisa CORPA, na América Latina.

As fake news também podem ser usadas apenas para criar boatos e reforçar um pensamento, por meio de mentiras e da disseminação de ódio. Dessa maneira, celebridades, políticos, empresas e até mesmo pessoas comuns são prejudicadas.

Nesse fim de semana, informações falsas sobre um “novo decreto” na paraíba circularam pelas redes sociais. Um texto, atribuído ao Governo do Estado da paraíba, foi enviado em centenas de grupos.

Internautas que compartilharam a notícia, usaram o link de uma matéria do portal ‘Jornal a Página’, e anexaram o texto enviando para os grupos, dando a entender que a notícia havia sido postada no site, o que não aconteceu.

Para se proteger das notícias falsas você deve:

•             Avaliar a estrutura do texto:

Sites que divulgam notícias falsas costumam apresentar erros de gramática, de formatação, letras em caixa alta e uso exagerado de pontuação.

•             Prestar atenção na data da publicação:

Veja se a notícia ainda é relevante e está atualizada.

•             Ler mais que só o título e o subtítulo:

Leia a notícia até o fim. Muitas vezes, o título e o subtítulo não condizem com o texto.

•             Pesquisar em outros sites de conteúdo:

Duvide se você receber uma notícia que não está em outros sites de notícia.

•             Ver se não se trata de site de piadas:

Alguns sites de humor usam da ironia para fazer piada.

•             Só compartilhar após checar se a informação é correta.

Laryssa Cristiny | TV Contexto

VeJA TAMBÉM

Covid-19

De acordo com Marcelo Queiroga, orientou a suspensão da vacinação após um caso de morte envolvendo uma adolescente em São Paulo

23 de setembro de 2021

Vacinação

O intuito é oportunizar o acesso da população à vacina

23 de setembro de 2021

Educação

O Governo afirma que as escolas estão preparadas adequadamente para o retorno híbrido

23 de setembro de 2021

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com