Paraibana não se classifica para final de lançamento de disco em Tóquio 2020

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Paraibana não se classifica para final de lançamento de disco em Tóquio 2020
Reuters / Dylan Martinez

A paraibana Andressa Morais não se classificou para as finais nas olímpiadas de Tóquio 2020. Porém, outra brasileira, Isabela da Silva, com a marca de 61.52m no lançamento de disco, garantiu o 12º lugar e vai disputar a decisão a partir das 8h (de Brasília) da próxima segunda-feira.

Andressa Morais queimou a primeira tentativa de lançamento e em sua melhor marca fez 58,90 metros bem abaixo das maiores distâncias com V. Allman dos EUA e K. Kaur da Índia com 66.42 e 64.00 respectivamente.

Com 31 anos, a paraibana de João Pessoa é a atual recordista sul-americana da prova. Andressa se revezava entre as provas de arremesso do peso, lançamento do martelo e lançamento do disco. Foi no disco que a atleta disputou duas edições de Jogos Olímpicos (Londres 2012 e Rio 2016) e outras duas de Jogos Pan-americanos (Toronto 2015 e Lima 2019).

Além de ser um dos principais nomes do atletismo nacional, Andressa Morais é vice-campeã da Diamond League de 2018 e top 10 do ranking mundial nas duas últimas temporadas do lançamento do disco.

Há algum tempo ela foi punida por um ano e quatro meses por uso de dopping.

Andressa de Morais prata lançamento de disco Pan de Lima — Foto: Wagner Carmo/Panamerica Press/CBAt Paraibana não se classifica para final de lançamento de disco em Tóquio 2020
Andressa de Morais prata lançamento de disco Pan de Lima — Foto: Wagner Carmo/Panamerica Press/CBAt

Nos Jogos Pan-Americanos de Lima, ano passado, ela conquistou a medalha de prata mas, testou positivo para SARM, e perdeu a medalha.

O resultado obtido nos Jogos Pan-Americanos, por exemplo, foi melhor do que a marca da medalha de bronze nas Olimpíadas do Rio. O grande resultado da carreira de Andressa, porém, veio na final da Diamond League de 2018, quando foi medalhista de prata em uma competição que foi considerada a mais importante daquela temporada.

Para ir aos Jogos Olímpicos, Andressa precisou atingir o índice olímpico de 63,50m. Conseguiu e se classificou para Tóquio 2021, mas não passou de fase.

Laryssa Cristiny | TV Contexto

VeJA TAMBÉM

Covid-19

De acordo com Marcelo Queiroga, orientou a suspensão da vacinação após um caso de morte envolvendo uma adolescente em São Paulo

23 de setembro de 2021

Vacinação

O intuito é oportunizar o acesso da população à vacina

23 de setembro de 2021

Educação

O Governo afirma que as escolas estão preparadas adequadamente para o retorno híbrido

23 de setembro de 2021

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com