Votos brancos e nulos vão para o candidato que está ganhando realmente? Entenda

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Certamente você já ouviu a seguinte frase: “os votos brancos e nulos vão para o candidato que está ganhando. Na verdade, essa afirmação não é verdadeira. Mas, se existem esses dois tipos de votos, você também deve se perguntar: “qual a diferença entre votos nulos e votos brancos?”. Nós vamos explicar.

Na teoria, os votos brancos e nulos são diferentes, mas, na prática, eles tecnicamente possuem papeis iguais na hora de contabilizar os votos. O voto nulo, por exemplo, é quando o eleitor digita na urna um número que não pertence a nenhum candidato cadastrado para as eleições, ou seja, um número inexistente. Com isso, o seu voto será anulado.

Já o voto em branco é quando o eleitor decide não votar em nenhum dos candidatos. Com isso, o eleitor não anula o seu voto, mas ele não será contabilizado para nenhum candidato.

Nenhuma das duas opções de voto são computadas na hora em que a urna for aberta. Esses votos não são direcionados a nenhum dos candidatos, por isso não são mais considerados válidos, e, portanto, não interferem nos resultados das eleições, como explica o doutor em direito André Gomes Alves:

“Quando a gente vai saber quantos votos cada candidato teve, se excluem os votos brancos e nulos e, com base nos votos válidos, é que se atinge o percentual de votação de cada candidato. Para eleger um candidato, são precisos 50% mais 1 dos votos válidos”, explicou Dr. André Gomes Alves.

Assista à reportagem da TV Contexto abaixo e entenda melhor a diferença entre os dois tipos de voto:

Outro ponto muito abordado por algumas pessoas, mas que também é um mito, é sobre a possibilidade de anular as eleições caso 50% dos eleitores votem Nulo. Segundo André, a legislação fala sobre votos que foram adquiridos de forma fraudulenta:

“Na verdade, a legislação fala sobre os votos conquistados por fraude, como por exemplo ‘boca de urna’. Caso a Justiça Eleitoral verifique que mais de 50% dos votos foram adquiridos de forma criminosa, a eleição poderá ser anulada”, esclareceu Dr. André.

VeJA TAMBÉM

Economia

Apesar dos quatro meses de crescimento, a indústria ainda não conseguiu repor a perda de 1,9% de janeiro, e segue em recuperação

5 de julho de 2022

Sem fiscalização

Ao contrário do que fazem quando trata-se de aumento, maioria das intermediárias está evitando reduzir o valor de combustíveis na Paraíba, apontou o Sindipetro-PB

5 de julho de 2022

Por Flávio Franklin

"Apesar de ser apenas projeções no campo econômico, uma coisa é certa: ano de copa é tempo de euforia, e junto dela vem o aumento de consumo"

4 de julho de 2022

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com